História & Tradição

A adopção de uma estrutura matricial prende-se com a necessidade de adequar as relações hierárquicas  e funcionais às necessidades específicas do GRUPO, resultantes, nomeadamente, da simultaneidade de actividades relacionadas com o desenvolvimento de projectos (investimento) e com a exploração de projectos já implementados.

Este tipo de estrutura compreende, no plano vertical as responsabilidades funcionais (função  financeira, jurídica, etc.), enquanto que no plano horizontal aparecem as responsabilidades de

negócio provocando sempre, o conjunto, uma dualidade de autoridade.

Pretende-se assim garantir que a estrutura organizacional e hierárquica da empresa apresente a  flexibilidade necessária para que não se criem compartimentos estanques, nem tão pouco falhas de comunicação entre os responsáveis, assegurando a indispensável fluidez e dinamismo, de forma a facilitar a concretização dos objectivos comuns.

  • DEDICAÇÃO
  • CONFIANÇA
  • EXCELÊNCIA
  • RESPEITO
  • RESPONSABILIDADE